Home / Coluna Psicóloga Clínica & Coach / Separação: O que fazer quando o casal se decide romper

Separação: O que fazer quando o casal se decide romper

A separação conjugal costuma ser bastante complicada, exigindo maturidade para que se possa entender e enfrentar o período. Mesmo que não haja mais amor, e o casal tenha decidido se separar, a dor de um casamento fracassado, a guarda compartilhada dos filhos e todo o processo de adaptação são coisas que apenas o tempo curará.
No entanto, hoje em dia, as pessoas não aceitam mais jogar fora suas vidas em uma relação que se tornou sem prazer ou afetivamente empobrecedora. Além disso, perdeu-se o estigma de que a separação é um grave pecado.
Muitas pessoas buscam a terapia por se encontrarem em uma situação conjugal complicada. Costumo orientar meus pacientes que, às vezes, é mais fácil trocar a forma de se relacionar do que o casamento.
Quando nos casamos trazemos conosco nossos anseios armazenados no inconsciente, nossa história de vida, nossas fantasias e sonhos e criamos um contrato oculto na relação onde o (a) parceiro (a) não tem acesso. Quando uma cláusula desse contrato é quebrada por um dos cônjuges, se instala o conflito conjugal.
Por esse motivo, deve -se tentar de tudo antes de uma separação. Nem sempre o outro vai saber quais são suas expectativas e o que estava escrito no “contrato oculto”.
Falta de: diálogo, cumplicidade, dedicação, respeito a individualidade, desejo sexual, apoio, incentivo, amizade e paciência costumam ser os motivos para desencadear o processo de separação.
Antes dessa tomada de decisão reflita sobre:

  • A separação é mesmo a melhor opção?
  • se houvesse um meio de salvar o casamento, o que seria?
  • você tem certeza de que será mais feliz sem seu (sua) parceiro (a)?
  • O que você ganha e o que você perco com a separação ?
  • está agindo por impulso por que se apaixonou por outra pessoa?
    Ao tomar a decisão pela separação, os pais devem estar juntos para comunicarem aos filhos, evitando controvérsias.
    Lembrando que existe ex marido, ex esposa, mas não existe ex pai. Portanto, esse vínculo entre vocês sempre existirá.
    Evitem processos judiciais que são cansativos e traumáticos para todos.

Alessandra Assis
Contatos:
Rua Augusto Tolle, 875/901
☎ Fone: (011) 2977-6665
📱 Cel / WhatsApp: (011) 99965-5657

Check Also

Dicas para uma vida sexual saudável

Não podemos falar em sexualidade saudável sem falar em autoestima. É fundamental que você se …


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0